Um minuto com Pedro Paulo

  • Português
  • English
  • Postado em 30 de novembro, 2015


    Pedro-Paulo-22993_RETOCADA_apresentacao copy

    Pedro Paulo é Secretário Executivo de Coordenação de Governo da Prefeitura do Rio de Janeiro

    Rio Negócios – Qual a relação entre Rio+Fácil e desenvolvimento?

    Pedro Paulo – Em um momento de crise econômica como o que o país atravessa e com a aproximação do fim de obras que empregam milhares de pessoas na cidade, tornou-se urgente a busca de meios de manter o  ciclo de desenvolvimento, o bom ambiente de negócios e a geração de empregos que eles acarretam. O Rio+Fácil, além de incentivar o empreendedorismo aproveitando a vocação natural do Rio para a oferta de serviços, realização de eventos e criação de pequenos negócios, ajuda a acabar com um grande entrave ao desenvolvimento, que é a burocracia.

    RN – Como tornar o processo administrativo mais atrativo para os empreendedores?

    PP – Através da adoção de alguns princípios, comuns a todos os decretos, como a automação de procedimentos, a possibilidade de solicitações e respostas em ambiente digital, a entrada única de documentos, cuja exigência será drasticamente reduzida e a autodeclaração, que torna o contribuinte responsável pelas informações que presta e deixa o poder público livre para exercer a fiscalização que lhe cabe. Entre as inovações, eu destacaria  o alvará informatizado, a dispensa de consulta prévia para ponto de referência, o fim do alvará provisório, a isenção de licenciamento para negócios em imóveis residenciais e em favelas para microempreendedores individuais e a dispensa de autenticação. E estas são apenas as primeiras novidades. Há muito mais por vir, como, por exemplo, a automatização de 100% das consultas prévias ­– o que será oferecido já no inicio de 2016.