Um cargo na Bahia

  • Português
  • English
  • Postado em 23 de janeiro, 2012


    O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, que deixará o cargo no próximo dia 13, aceitou o convite do governador Jaques Wagner para assumir uma secretaria no governo da Bahia, mas ainda não sabe qual. “Serei um soldado do governador Jaques Wagner. Vou para qualquer pasta que ele me indicar”, disse. Entre as possibilidades estão a Secretaria de Indústria e Comércio, a Secretaria da Fazenda e a Secretaria do Planejamento.

    Ontem, pela manhã, Gabrielli telefonou para o governador e anunciou que deixará a presidência da Petrobras no próximo mês. Wagner teria feito o convite em seguida. Hoje, Gabrielli descarta ser o candidato do PT na disputa pela prefeitura de Salvador, em outubro. Seu nome, porém, é apontado para a sucessão de Jaques Wagner, em 2014, quando o governador termina seu segundo mandato.

    Ele será substituído por Maria das Graças Foster, diretora de Gás e Energia da empresa. A nova presidente é um nome de confiança da presidente Dilma Rousseff. Ela, inclusive, doou R$ 24 mil para a campanha eleitoral de Dilma em 2010 e R$ 500 para o diretório regional do PT no Rio de Janeiro. (GA)

    Correio Braziliense/AC