Sem medo de gastar

  • Português
  • English
  • Postado em 23 de janeiro, 2012


    Não satisfeita em investir pesado na transferência do meia Jadson, a direção do São Paulo espera fechar nos próximos dias com os atacantes Nilmar e Oswaldo, além de contratar pelo menos mais um zagueiro

    Felipe Seffrin

    São Paulo – Depois de investir R$ 9 milhões mais 30% do passe do jovem Wellington na contratação do meia-armador Jadson, ex-Shakthar Donetsk (Ucrânia), o São Paulo continua disposto a gastar pesado para reforçar o elenco e sair do jejum de três anos sem títulos. Nos próximos dias, devem desembarcar no Morumbi os atacantes Nilmar (ex-Internacional, atualmente no espanhol Villarreal) e Oswaldo (ex-Ceará). O tricolor paulista quer preencher a camisa número 11, reservada ao novo atacante titular, e repor as saídas de Dagoberto, referência ofensiva do São Paulo nos últimos três anos, além de Marlos e Henrique.

    Nilmar pode ser anunciado em breve. O vice-presidente do Villarreal, José Manuel Llaneza, esteve reunido com a diretoria tricolor em São Paulo e voltou à Espanha com um pré-acordo. Para o negócio em definitivo ocorrer, só falta o acerto salarial entre São Paulo e Nilmar. Na Espanha, o brasileiro recebe cerca de 200 mil euros (R$ 456 mil), valor superior ao do teto são-paulino. Mas o jogador tem interesse em voltar ao Brasil, a fim de se reaproximar da Seleção Brasileira e buscar uma vaga para a Copa do Mundo de 2014. O empresário do atleta, Orlando da Hora, confirmou uma reunião com o São Paulo hoje.

    Enquanto o negócio não sai, o São Paulo adota o mistério, para não repetir a frustrada negociação por Montillo, do Cruzeiro. O tricolor sequer revela quanto está disposto a pagar por Nilmar. Inicialmente, o Villarreal teria pedido o volante Wellington e R$ 18 milhões – quantia que o São Paulo ofereceu por Montillo. Mas a revelação tricolor teve 30% de seu passe envolvido na contratação de Jadson e deve seguir para o Shakthar no meio do ano. O Villarreal também teria manifestado interesse em Casemiro e Luis Fabiano, mas os dois atletas são considerados inegociáveis no momento.

    “O que nos foi oferecido agora foi a possibilidade de um fundo patrocinar a vinda dele, e não estamos fechados a isso, mas sabemos que é muito difícil concretizar o negócio”, diz o vice-presidente de Futebol são-paulino, João Paulo de Jesus Lopes. A fala do diretor, no entanto, contraria o clima de otimismo no Morumbi.

    Notícias da Espanha

    Ontem, Nilmar não foi relacionado para a partida do Villarreal contra o Sporting Gijon, e jornais esportivos na Espanha noticiaram que o brasileiro está com “um pé e meio” no Morumbi. Além disso, o atacante Luis Fabiano revelou que teve conversas com o companheiro de Seleção e que ele se mostrou disposto a defender o São Paulo.

    Enquanto o acordo com Nilmar não sai, o acerto com o atacante Oswaldo parece iminente. Na tarde de ontem, o jogador e seu empresário, Gilmar Veloz, reuniram-se com a diretoria do São Paulo. Desde o fim do Brasileirão, o clube tenta um acerto com o Al-Ahli, dos Emirados Árabes, time detentor dos direitos do jogador que se destacou no Ceará durante o Brasileirão. Em dezembro, o Al Ahli pediu 3 milhões de euros (R$ 7,2 milhões) ao Cruzeiro para ceder o avançado. A diretoria do São Paulo não respondeu às ligações telefônicas da reportagem, nem divulgou o desenlace das negociações até o fechamento desta edição.

    Ceni causa preocupação

    Ainda nesta semana, os médicos do São Paulo decidirão se o goleiro Rogério Ceni, com uma lesão no ombro direito, será submetido a cirurgia. Caso passe pela artroscopia, Ceni poderá ficar entre três e seis meses parado. Como o contrato do goleiro de 39 anos vai até dezembro, a direção estuda ampliar o vínculo com o ídolo. A contratação de um goleiro para a reserva de Denis, titular na estreia do clube no Paulistão, no último fim de semana, não está descartada. “Se precisar, eu vou pedir um goleiro”, afirmou o técnico Emerson Leão. Em 2012, Ceni completa duas décadas entre os profissionais do São Paulo, com 1.016 jogos.

    Correio Braziliense/AC



    Rio Negócios Newsletter

    Cadastre-se e receba mensalmente as principais novidades em seu email

    Quero receber o Newsletter