Rio Negócios celebra resultado de estudo que coloca a cidade como a mais inteligente do Brasil

  • Português
  • English
  • Postado em 31 de julho, 2015


    rio

    Às vésperas da abertura do centro de inovação da Universidade de Columbia no Rio, a Rio Negócios, a agência de atração de investimentos, comemora o resultado do estudo que coloca a cidade como a mais inteligente do Brasil. Elaborado pela consultoria Urban Systems, o Rio de Janeiro ficou em primeiro lugar no ranking dos 700 municípios pesquisados.

    O estudo analisou 70 indicadores de 11 áreas da gestão pública. As áreas analisadas foram: economia, educação, empreendedorismo, energia, governança, meio ambiente, mobilidade, planejamento urbano, saúde, segurança, tecnologia e inovação. “O trabalho da Urban Systems valida a estratégia que a equipe técnica da Rio Negócios desenhou em 2010: das 11 áreas de gestão pública avaliadas pelo estudo, seis são setores econômicos mapeados pela agência como vetores de desenvolvimento sustentável, que deveriam ser foco do nosso trabalho”, explica Marcelo Haddad, presidente da Rio Negócios. “Com esse foco, conseguimos atrair valores consideráveis de investimentos internacionais, principalmente para as áreas de energia, tecnologia, inovação e educação, além de estarmos desenvolvendo projetos de alta qualidade na área de empreendedorismo e voltarmos agora a discussão sobre inovação em saúde”.

    No caminho da inovação, o investimento de US$ 500 milhões para instalação do centro de pesquisa da GE também está no portfólio da Rio Negócios. O projeto foi estrategicamente instalado no Parque Tecnológico da UFRJ, onde outras empresas foram alocadas e formam um dos hubs de tecnologia da cidade. Outro exemplo da capacidade do Rio de Janeiro no campo de inovação vem da expansão da economia criativa – movida por empresas que desenvolvem, produzem e distribuem bens e serviços baseados, principalmente, na criatividade e no capital intelectual. Empreendedores do setor encontraram na cidade um ambiente favorável, com cinco parques tecnológicos e 23 incubadoras de empresas, cerca de 6% do total do Brasil. Ao todo, negócios na área movimentam anualmente R$ 13 bilhões, fazendo do Rio o segundo maior polo de economia criativa do país.

    Na área de educação, a Columbia University – uma das instituições de ensino mais prestigiadas dos EUA – finaliza a instalação do Rio Innovation Hub, outra parceria da Prefeitura do Rio facilitada pela Rio Negócios. O centro irá desenvolver soluções reais e a aplicáveis para os desafios urbanos da cidade.

    Nos últimos cinco anos, o Rio de Janeiro recebeu US$ 30 bilhões em investimentos estrangeiros, gerando 57.000 novos empregos. Parte considerável dos investimentos direcionados à cidade estão indo para o projeto Porto Maravilha, de revitalização de uma área de 5 milhões de m2 na zona portuária. Quando estiver pronto, o local será uma espécie de modelo de como deve funcionar uma cidade inteligente, com prédios residenciais e comerciais, VLT, ciclovias, área verde recuperada e infraestrutura de comunicações.

    Fonte: Revista EXAME



    Rio Negócios Newsletter

    Cadastre-se e receba mensalmente as principais novidades em seu email

    Quero receber o Newsletter