Rio e Columbia University firmam parceria para criação de Centro de Inovação e Desenvolvimento de soluções para problemas urbanos

  • Português
  • English
  • Postado em 16 de abril, 2015


    Em Nova York, prefeito Eduardo Paes assinou parceria com Faculdade de Engenharia para a instalação do Rio Innovation Hub. Projeto terá investimento inicial de US$ 500 mil

    A Prefeitura do Rio fechou parceria com a Faculdade de Engenharia da Columbia University para a criação do Rio Innovation Hub, um centro de inovação e desenvolvimento de soluções reais e aplicáveis para os desafios urbanos da cidade. Com investimento inicial de US$ 500 mil, a iniciativa vai reunir professores da COPPE/UFRJ e da Columbia de diversas áreas, como engenharia, design de produtos e empreendedorismo promovendo o intercâmbio de técnica e conhecimento entre Brasil e Estados Unidos. O intuito é ir além da pesquisa e desenvolver soluções concretas e palpáveis inspiradas em desafios do Rio e que, ao mesmo tempo, sejam replicáveis em outras cidades do mundo. Para isso, o centro trabalhará de maneira interdisciplinar temas como smart cities, sustentabilidade, engenharia, análise de dados, ciências da vida e materiais avançados.

    O Rio Columbia Innovation Hub começa a operar em julho e será o primeiro centro acadêmico de uma Ivy League (grupo que reúne as mais conceituadas universidades americanas) na América do Sul na área de ciências aplicadas. A intenção é atrair outros parceiros da iniciativa privada, como empresas e  indústrias, e centros de excelência com interesse no desenvolvimento de soluções inéditas e inovadoras, além de trabalhar em conjunto com os oitos Columbia Global Centers espalhados pelo mundo.

    “Nós temos uma parceria desde 2010 com a Universidade de Columbia. Depois do Global Center e do Studio X, agora temos a Faculdade de Engenharia da Columbia ao nosso lado para instalar um núcleo de inovação na cidade do Rio. É uma oportunidade única de troca de conhecimento e experiência para tratar desde temas mais tradicionais da engenharia até questões urbanas, direcionadas para o dia a dia do carioca. Na área de serviços, de turismo, de inteligência, em setores que contribuam para que a cidade cresça e permaneça forte”, destacou o prefeito Eduardo Paes, ao assinar o acordo nesta quinta-feira, em Nova York.

    O Centro será um importante catalizador que atrairá e reterá talentos do Brasil e do mundo para desenvolverem suas pesquisas no Rio, reforçando a imagem da cidade como importante polo de geração de conhecimento e inovação em escala global. Ele também contribuirá para consolidar o Rio de Janeiro como um dos principais centros educacionais do país.

    Para o prefeito Eduardo Paes, a parceria conectará o Rio ainda mais às principais cidades no campo da ciência e da inovação. “Este hub vai ser uma grande adição às pesquisas tecnológicas do Rio. Vai ajudar a cidade a ser um líder em conhecimento e inovação, a atrair e manter talentos e a ser líder nas áreas de nanotecnologia, biotecnologia, eficiência energética e social networks. Para ser uma cidade global, o Rio de Janeiro precisa estar conectado às pesquisas científicas realizadas nas maiores universidades do mundo, como a Columbia. O Rio é também um fantástico laboratório e um centro de criatividade, um líder no Brasil da indústria audiovisual, da mídia e de entretenimento. Nossos laboratórios são líderes em pesquisas na área de óleo e gás”, avaliou Paes.



    Rio Negócios Newsletter

    Cadastre-se e receba mensalmente as principais novidades em seu email

    Quero receber o Newsletter