Notícias

27/02/2012 - 22h39

Repsol faz descoberta gigante no pré-sal

Petróleo Espanhola não esclareceu se é um novo poço ou extensão de dois já anunciados no mesmo bloco

Cláudia Schüffner

A perfuração de um terceiro poço no bloco BM-C-33, atingindo o pré-sal da bacia de Campos, levou a Repsol Sinopec a divulgar a descoberta do que seria um grande núcleo de hidrocarbonetos, similar ao existente na Bacia de Santos. Ao perfurar o poço apelidado de Pão de Açúcar, distante 195 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, a Repsol encontrou uma coluna de hidrocarbonetos com quase 500 metros de espessura, dos quais 350 metros têm permoporosidade suficiente para permitir que o óleo flua, informou a companhia.

O pré-sal da bacia de Campos é conhecido pela Petrobras, onde já foram perfurados inclusive poços secos. Mas apesar do trabalho já realizado pela estatal na região, o nível de conhecimento e as possibilidades da área ainda são insuficientes.

Trata-se da terceira descoberta anunciada no mesmo bloco. As primeiras foram Seat e Gávea. Este último, onde foram encontrados dois reservatórios, foi anunciado em 2011 pela Repsol como uma das dez principais descoberta do mundo no ano passado, sem esclarecer o ranking ao qual se referia. A multinacional informou que os testes de produção permitiram a produção de 5 mil barris de óleo leve e 807.349 metros cúbicos de gás por dia, limitados pelo equipamento utilizado na operação.

A espanhola é operadora da área com 35%, tendo como sócios a norueguesa Statoil (35%) e a Petrobras (30%), que opera os maiores reservatórios do pré-sal brasileiro. Repetindo um comportamento que está virando praxe, a Repsol Sinopec não deu detalhes adicionais, informando apenas que não tinha um porta-voz ontem para dar explicar a nova descoberta.

Com isso não é possível entender algumas questões importantes como se foram encontrados três reservatórios diferentes no bloco BM-C-33 ou se o Pão de Açúcar é uma extensão do Gávea, por exemplo. Também não foi informado a distância entre os três poços perfurados no bloco e nem a profundidade perfurada no poço Pão de Açúcar, onde a plataforma Stena Drill Max estava estacionada em uma lâmina d’água de 2.788 metros.

O Valor apurou que ainda é cedo para afirmar se as descobertas pertencem ao mesmo reservatório, já que ainda está sendo avaliada a possibilidade de conectividade entre as áreas perfuradas.

Em um comunicado para investidores, o presidente da Statoil no Brasil, Kjetil Hove, disse que a descoberta é importante para os planos da companhia norueguesa no país. A Statoil tem ambições claras para crescer no Brasil através de novas oportunidades de exploração. A descoberta Pão de Açúcar passará a ser um elemento importante em nossas ambições de crescimento, declarou o executivo.

A Statoil também informou a seus investidores que trata-se da sexta descoberta de alto impacto para a companhia nos últimos doze meses. A multinacional norueguesa considera de alto impacto as descobertas que correspondam a um volume superior a 250 milhões de barris de óleo equivalente (boe) ou aquelas que correspondam a uma fatia de 100 milhões boe líquidos para a Statoil.

Valor Econômico/AC

Outras notícias

  • 29/02/2012 - 08h07

    Petrobras anuncia nova descoberta no pré-sal da Bacia de Campos

    Rio de Janeiro A Petrobras anunciou na noite desta terça-feira (28) a descoberta de uma nova acumulação de petróleo e gás na camada pré-sal, na Bacia de Campos, a 195 quilômetros da costa…

  • 27/02/2012 - 06h32

    Statoil confirma descoberta de petróleo no Brasil

    AE – Agencia Estado SÃO PAULO – A companhia de petróleo norueguesa Statoil confirmou hoje que fez uma descoberta de petróleo offshore no Brasil, junto com a parceira Petrobras e operadora…

  • 27/02/2012 - 22h40

    Repsol faz descoberta

    » SÍLVIO RIBASA petrolífera espanhola Repsol anunciou ontem a descoberta de uma nova reserva de petróleo na Bacia de Campos que pode ser uma das maiores encontradas até agora na região. A…

  • 17/09/2012 - 00h29

    Produção do pré-sal atrai estrangeiros

    Em oito anos, óleo e gás brasileiros devem receber US$ 30 bilhões de nove operadoras internacionais Fernanda Conde Novaes economia@oglobo.com.br Menina dos olhos de corporações de todo o…

  • 07/02/2012 - 01h55

    Petrobras faz licitação bilionária de plataformas do pré-sal

    Estatal recebe hoje propostas para construção dos módulos que irão para campos em desenvolvimento na Bacia de Santos Ramona Ordoñez ramona@oglobo.com.br Hoje é um dia importante para os…

Veja outras notícias »