Notícias

07/02/2012 - 01h55

Petrobras faz licitação bilionária de plataformas do pré-sal

Estatal recebe hoje propostas para construção dos módulos que irão para campos em desenvolvimento na Bacia de Santos

Ramona Ordoñez

ramona@oglobo.com.br

Hoje é um dia importante para os fabricantes de equipamentos e materiais para a indústria petrolífera no Brasil. A Petrobras vai receber hoje as propostas das empresas que estão participando de uma megalicitação para construção, montagem e integração dos módulos que serão instalados nas oito primeiras plataformas de produção de petróleo que irão para os campos do pré-sal já em desenvolvimento na Bacia de Santos.

O valor da encomenda é uma incógnita, mas alguns técnicos do mercado estimam que essa licitação poderá representar investimentos entre US$ 3,7 bilhões a US$ 4 bilhões. A expectativa é de um índice de nacionalização elevado, acima de 60%. Os módulos são todas as instalações e equipamentos de produção (como a unidade de processo) que ficam em cima da plataforma.

Cascos das plataformas estão em construção

Neste caso, as bases das plataformas são cascos de navios. Os oito cascos para essas plataformas já estão em construção em Rio Grande, no dique seco da Ecovix, braço da Engevix Engenharia para construção naval, no Rio Grande do sul.

Essas primeiras oito plataformas serão instaladas nos campos de Lula, Cernambi, Guará e Carioca, entre outros, todos localizados nos blocos no pré-sal BM-S-9 e BM-S-11, na Bacia de Santos. Nesses dois blocos a Petrobras é operadora e tem como sócios nos dois consórcios a BG Group, a espanhola Repsol, os chineses da Sinopec e Galp de Portugal.

A entrega das propostas técnicas e comerciais será em reuniões individuais por empresas, em horários pré-estabelecidos com cada participante. A companhia informou que espera assinar os contratos de encomendas dos módulos dessas primeiras plataformas ainda no primeiro semestre deste ano.

Cada plataforma terá capacidade para produzir 150 mil barris de petróleo e 6 milhões de metros cúbicos de gás por dia. Quando estiverem em plena operação em meados desta década essas plataformas deverão estar produzindo cerca de 900 mil barris por dia de petróleo no pré-sal em Santos.

Esses campos foram os primeiros a serem descobertos na área do pré-sal na região. Os campos ficam a cerca de 300 quilômetros da costa e a mais de dois mil metros de distância do nível do mar ao solo.

O Globo/AC

Outras notícias

  • 18/09/2012 - 22h18

    Pré-sal faz alemã Schulz construir nova fábrica

    Unidade, que vai produzir tubulações, terá investimentos de R$ 60 milhões Yan Boechat O grupo alemão Schulz, fabricante de tubulações para o mercado de petróleo e gás, vai construir uma…

  • 24/09/2012 - 22h14

    Mesmo com incertezas, pré-sal estimula projetos

    Uma das mais importantes descobertas do país na área energética, as jazidas de petróleo do pré-sal abriram uma nova fronteira para a indústria de petróleo e gás natural no Brasil. Segundo…

  • 27/02/2012 - 22h39

    Repsol faz descoberta gigante no pré-sal

    Petróleo Espanhola não esclareceu se é um novo poço ou extensão de dois já anunciados no mesmo bloco Cláudia Schüffner A perfuração de um terceiro poço no bloco BM-C-33, atingindo o…

  • 13/09/2012 - 22h16

    Petrobras recebe licença do Ibama para o pré-sal

    O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) concedeu aquela que deverá ser a sua mais importante licença ambiental deste ano. Ontem, apurou o Valor, o…

  • 29/02/2012 - 08h07

    Petrobras anuncia nova descoberta no pré-sal da Bacia de Campos

    Rio de Janeiro A Petrobras anunciou na noite desta terça-feira (28) a descoberta de uma nova acumulação de petróleo e gás na camada pré-sal, na Bacia de Campos, a 195 quilômetros da costa…

Veja outras notícias »