Negócios tradicionais do Rio terão programa para serem competitivos

  • Português
  • English
  • Postado em 16 de abril, 2015


    Os negócios tradicionais fazem parte da referência cultural da cidade. Muitos estabelecimentos preservam diferentes culturas e modos de viver. Por isso, a Prefeitura do Rio lança, nesta quinta-feira, 16/04, o programa “Negócios de valor”, uma iniciativa para fortalecer as atividades econômicas tradicionais e notáveis do Rio, com o objetivo de preservar suas identidades e, ao mesmo tempo, torná-las competitivas, lucrativas e sintonizadas com as novas demandas e oportunidades do mercado. O programa é uma parceria entre o Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH) e o Sebrae/RJ, e tem como alvo os comércios tradicionais dos bairros do Centro, Gamboa e Santo Cristo e do entorno da Praça da Cruz Vermelha. O lançamento acontece no Centro Carioca de Design, na Praça Tiradentes, em um seminário que vai discutir o conceito de “negócio tradicional” e apresentar casos de sucesso de empresas que usam esse conceito em suas estratégias de mercado.

     “O Rio passa por um grande processo de transformação urbana e imobiliária. Os pequenos comerciantes, mais frágeis, precisam se adaptar à nova realidade. Em muitos destes estabelecimentos são preservados diferentes modos de fazer, de habitar e de viver a cidade. Por isso, queremos reforçar estas características e unir a tradição com a modernidade. Vamos ajudar essas atividades econômicas tradicionais a se manterem por muito tempo e a perpetuarem sua natureza na história da cidade”, afirma Washington Fajardo, presidente do IRPH.

     O programa mostrará aos comerciantes que preservar a tradição e estar atento aos desejos e necessidades dos consumidores de hoje é um bom negócio. Os empresários selecionados receberão consultorias especializadas sobre finanças, marca, layout e marketing. Os proprietários destes negócios poderão ter consultoria técnica para suas atividades e orientação para a recuperação dos imóveis.

    “Desde 2013, o Sebrae/RJ tem identificado que negócios tradicionais e centenários careciam de abordagens específicas para o seu desenvolvimento como chapelarias, botequins, lojas de instrumentos musicais e pequenas oficinas gráficas da Região Portuária. Nossa experiência originou um atendimento especializado para os pequenos negócios tradicionais. Ampliar esta receita de sucesso para outras localidades em parceria com o IRPH soma esforços para o fortalecimento destes empreendimentos na cidade”, afirma Cezar Vasquez, diretor-superintendente do Sebrae/RJ.

     Após os estudos e as consultorias, o IRPH vai chancelar os novos negócios tradicionais que vão se unir aos já registrados como bem imaterial. Os novos negócios farão parte de um novo Circuito do Patrimônio Cultural Carioca. Placas azuis indicarão a importância histórica de cada um dos estabelecimentos. Cerca de 190 placas já estão instaladas em toda a cidade, divididas em 10 circuitos: Liberdade, Art Déco, dos Cinemas, do Trem, dos Botequins, das Águas, do Samba, da Bossa Nova, da Praça Tiradentes e do Choro.

     Os interessados podem obter a ficha de inscrição e informações enviando um e-mail para negociosdevalor@sebraerj.com.br. A inscrição é gratuita.



    Rio Negócios Newsletter

    Cadastre-se e receba mensalmente as principais novidades em seu email

    Quero receber o Newsletter