‘Não temos como recomeçar’, diz proprietária de lojas

  • Português
  • English
  • Postado em 27 de janeiro, 2012


    DO RIO – A gerente comercial Rosângela Touson, 48, lamentava ontem ter visto o trabalho de 12 anos no chão. Via, à distância, à retirada dos escombros. O prédio de número 40, um dos que desabaram, era inteiramente ocupado por duas lojas do marido, uma de produtos naturais e outra de equipamentos de informática.

    “Temos 14 funcionários, não sabemos o que fazer. Não temos como recomeçar.”

    Ela comemorou, porém, o fato de o marido ter deixado o prédio pouco antes. “Foi o dedo de Deus que tirou ele de lá.”

    Folha de S. Paulo/AC



    Rio Negócios Newsletter

    Cadastre-se e receba mensalmente as principais novidades em seu email

    Quero receber o Newsletter