Inovação na indústria química recebe aporte de R$ 2,2 bilhões

  • Português
  • English
  • Postado em 3 de agosto, 2015


    bndes

    Projetos de inovação dentro da indústria química recebem R$ 2,2 bilhões em incentivo, dentro do novo plano de apoio do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), o objetivo do plano é desenvolver mercados e investimentos industriais no período de 2016 a 2017. O edital está previsto para ser lançado já em setembro.

    Batizado de Plano de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Química (Padiq), o plano coordenará ações de fomento à inovação e a investimentos produtivos, integrando os instrumentos de apoio financeiro das duas instituições destinados a projetos da indústria química no país. Ao todo, foram lançadas seis linhas temáticas, voltadas para os segmentos de aditivos alimentícios para animais; derivados do silício; fibra de carbono; químicos para exploração e produção de petróleo; matérias primas para cosméticos; e químicos obtidos a partir de fontes renováveis.

    A definição das áreas foi feita com base no diagnóstico do Estudo de Diversificação da Indústria Química, financiado pelo Fundo de Estruturação de Projetos do Banco (BNDES FEP), que mapeou oportunidades de investimentos em diversos segmentos após coleta e análise de informações do setor químico. Empresas poderão participar do processo de seleção individualmente ou em parceria com outras companhias ou Instituições Científicas Tecnológicas (ICTs). Os planos de negócio deverão ter um valor mínimo de R$ 1 milhão para desenvolvimento tecnológico e de R$ 20 milhões para instalação de plantas industriais.