Governo do Rio retoma PPPs para rede própria de fibra óptica

  • Português
  • English
  • Postado em 7 de maio, 2015


    O Estado do Rio de Janeiro quer  agilizar as parcerias público-privadas (PPPs) para viabilizar a rede própria de fibra óptica. Segundo o presidente do Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio de Janeiro (Proderj), Antonio Bastos, 23 consórcios entregaram propostas de parceria com o Governo do Rio para instalação de fibra óptica nos 92 municípios do Estado. Na capital, a fiscalização nas obras para Olimpíadas garantem passagem obrigatória para fibras ópticas.

    “Já temos uma rede, mas precisamos chegar nos 92 municípios. E muitos deles não têm recursos para bancar um investimento desse porte. Sem fibra, sem conectividade, não há serviços usando a tecnologia. Não temos nem como pensar em Internet das Coisas”, destaca Bastos.

    Indagado sobre as dificuldades de ajustar uma PPP, o executivo da Proderj disse que há de comungar interesses, em especial com as teles. “Há de se discutir custo, modelo de negócios, mas a PPP sai esse ano. Queremos o Rio pioneiro em ter sua rede própria interligada, mesmo com o uso dos ativos de terceiros”, completou.