Fundo americano investe R$ 1,75 bi na rede D’Or de hospitais

  • Português
  • English
  • Postado em 28 de abril, 2015


    O fundo de private equity americano Carlyle acertou ontem investimento de R$ 1,75 bilhão na rede de hospitais D’Or. Ao longo de oito meses, o Carlyle conversou com os sócios da D’Or – o banco BTG e a família Moll, que fundou a rede em 1977, no Rio de Janeiro. Ambos diluirão sua participação para o fundo entrar no negócio. O dinheiro, no entanto, não irá para o bolso dos acionistas, mas sim para projetos de expansão. O aporte é uma volta do fundo às grandes compras desde a aquisição da Tok&Stok, do setor de móveis e decoração, em 2013.

     Com o negócio fechado ontem, o Carlyle ficará com 8,3% do capital da rede D’Or. Esse montante, no entanto, poderá crescer em breve. O fundo prepara a compra de 10% de adicionais participação, tendo de desembolsar mais R$ 2 bilhões – para este segundo negócio, a rede D’Or será avaliada em R$ 19,6 bilhões, mesmo valor da operação anunciada ontem. A diferença é que, nesta nova fase, o fundo deverá fazer uma compra direta de participação, o que significará o pagamento aos atuais sócios.

     A entrada do Carlyle na rede D’Or só pôde virar realidade graças à aprovação da Lei 13.097 no início deste ano. A regra permitiu o capital estrangeiro em participações diretas em empresas de saúde. Antes da aprovação da norma, o fundo poderia buscar maneiras indiretas de estar no negócio, mas a legislação simplificou as negociações.

     Fonte: Estado de S.Paulo



    Rio Negócios Newsletter

    Cadastre-se e receba mensalmente as principais novidades em seu email

    Quero receber o Newsletter