Etanol é desafio

  • Português
  • English
  • Postado em 24 de janeiro, 2012


    O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, indicou como principal tarefa de sua sucessora, a atual diretora de Gás e Energia da estatal, Maria das Graças Foster, investir pesado na produção não só de petróleo, mas também de biocombustíveis. “Vamos continuar a aumentar a nossa participação na produção de etanol, por meio de parcerias com grandes grupos nacionais do setor”, disse o executivo em Davos, Suíça, onde participa do Fórum Econômico Mundial. Gabrielli ressaltou que, para tocar essa missão, a futura presidente da Petrobras contará com um orçamento já aprovado de US$ 224,7 bilhões para o período de 2011 a 2015. “Os investimentos são basicamente voltados à exploração e à produção de petróleo e gás, estratégia que foi definida desde que assumi o cargo, em julho de 2005″, ressaltou.

    Essa aposta, acrescentou ele, serviu para viabilizar a descoberta de petróleo e gás na área do pré-sal. Segundo o executivo, a importância da descoberta de petróleo em águas superprofundas pode ser medida pela previsão da companhia de produzir quase 2 milhões de barris em 2020, só com as descobertas já confirmadas. Isso representaria dobrar a produção atual. Com reservatórios de petróleo e gás em desenvolvimento, tanto no pré-sal como no pós-sal, a Petrobras planeja aumentar a oferta ao mercado sem, contudo, abrir mão do gás importado da Bolívia, cujo contrato vai até 2019 e serve de complemento à oferta doméstica.

    Governo baiano

    Num rápido balanço, Gabrielli destacou como principais avanços de sua gestão o fortalecimento do grupo empresarial, a maior ênfase na qualidade da administração “e não só em resultados”, a renovação do pessoal, sendo mais da metade hoje com até 10 anos de empresa, e o aperfeiçoamento da relação com os fornecedores. O presidente da Petrobras confirmou que, ao deixar o cargo e cumprir o período de quarentena, vai assumir uma secretaria no governo baiano, atendendo convite do governador Jaques Wagner. O nome de Graça Foster deve ser confirmado em assembleia do Conselho de Administração da estatal marcada para 9 de fevereiro. (SR)

    Correio Braziliense/AC