CASA RIO DÁ INÍCIO AO MAIOR PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE NEGÓCIOS DO BRASIL

  • Português
  • English
  • Postado em 17 de março, 2016


     

    CASA RIO DÁ INÍCIO AO MAIOR PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE NEGÓCIOS DO BRASIL

    Cerca de 400 pessoas, entre executivos de empresas e autoridades governamentais e corpo consular, estiveram reunidas no Museu do Amanhã nesta quinta-feira, 17 de março, na abertura da Casa Rio, o mais extenso programa de negócios já realizado no Brasil. Durante quatro horas, empresas patrocinadoras dos Jogos Rio 2016, o Comitê Rio 2016 e a prefeitura de San Francisco falaram sobre o impacto dos grandes eventos esportivos nas metas de longo prazo das instituições e cidades.

    No primeiro painel, o prefeito de San Francisco, Edwin Lee, cidade que sediou o Super Bowl e a America’s Cup, destacou que a arrecadação de imposto sobre o setor de hotelaria aumentou 190%, além de deixar como legado novo terminal portuário que revitalizou a região. O CEO do Comitê Organizador dos Jogos, Sidney Levy, destacou o crescimento do setor hoteleiro e a o trabalho de qualificação de fornecedores do Rio e do Brasil para atender aos Jogos.

    No segundo painel, as empresas patrocinadoras, que entregam serviços e produtos para a operação dos Jogos, destacaram a oportunidade de inovação que o evento proporciona. Para Fernando Simões, diretor executivo da Atos na América Latina, além da exposição da marca, existe um ganho de aprendizado, tanto de inovação quanto de resiliência, que se perpetua na organização.

    Paula Bellizia, CEO da Microsoft no Brasil, destacou o trabalho inédito de pesquisa para o desenvolvimento do portal de resultados do Rio 2016, baseada em nuvem, cuja a parte de vídeo está sendo desenvolvida na cidade do Rio de Janeiro.

    Christopher Katsuleres, diretor de Marketing Esportivo e Olímpico da GE, que estava em Nova Iorque, participou do evento por telepresença. Ele destacou a oportunidade que a empresa teve para mostrar a sua diversidade de campos de atuação, quando começaram a patrocinar os Jogos, em Torino, em 2005. Ele lembrou que a GE contribuiu com soluções para mais de 100 projetos de infraestrutura no ciclo olímpico do Rio de Janeiro, citando a criação do sistema de prontuário digitais para os atletas, que fará do Rio a primeira cidade olímpica a ter esse tipo de serviço.

    Para Nina Lualdi, diretora sênior de Planejamento Estratégico da Cisco, os Jogos são uma plataforma incrível para desenvolver negócios. A executiva destacou a participação da empresa  no legado da infraestrutura de rede do Porto Maravilha e do projeto de educação tecnológica nas Naves do Conhecimento.

    O presidente da EY, Jorge Menegassi, tem cerca de 500 profissionais envolvidos direta ou indiretamente com os Jogos Rio 2016. Reforçando o poder de exposição de marca que os Jogos possuem, Menegassi classificou como considerável o aumento de interesse estrangeiro em investir no Rio de Janeiro depois do hand over de Londres.

    A Casa Rio terá seis meses de atividades, até o fim dos Jogos Paralímpicos, entre conferências, rodadas de negócios e apresentações de oportunidades de investimento na cidade, somando de mais de 40 eventos focados na atração de investimentos.

    Marcelo Haddad, presidente da Rio Negócios, responsável pelo programa Casa Rio, celebrou a abertura da Casa. “Reunimos aqui representantes de peso da cadeia produtiva, desde formuladores de políticas públicas à academia, além dos investidores nacionais e internacionais. Em seis meses pretendemos apresentar o novo ambiente e as novas oportunidades de negócio no Rio de Janeiro para tomadores  de decisão de empresas que ainda não estão atuando na cidade e, com isso, atrair até 40 projetos nos próximos dois anos”, concluiu Marcelo.

    Cezar Vasquez, presidente do Sebrae RJ, participou da abertura, junto com David Barioni, presidente da Apex. Cezar destacou o programa Sebrae no Pódium, que qualificou os fornecedores dos Jogos Rio 2016. Em sua fala, Barioni lembrou que o momento é proprício para promover a integração entre empresas brasileiras e estrangeiras e para mostrar ao mundo o potencial exportador do Brasil.

    O foco das conferências da Casa Rio são temas ligados à energia, hospitalidade, ciências da vida, infraestrutura, tecnologias, serviços financeiros e indústria criativa, áreas que tiveram alto interesse de investidores que estiveram no Rio no último ano. A Casa Rio terá suas conferências realizadas de março a setembro, no Museu do Amanhã.

     

    PROGRAMAÇÃO ABERTURA CASA RIO – 17 DE MARÇO

    Painel 1

    – Comitê Rio 2016 (Sidney Levy),

    – Prefeito de San Francisco (Edwin Lee)

    – Tóquio (Yōichi Masuzoe) por vídeo,

    Moderação – Peter Millard – Bureau Chief da Bloomberg no Rio de Janeiro.

    Painel 2

    – Jorge Menegassi (EY)

    – Paula Bellizia (Microsoft)
    – Nina Lualdi (Cisco)
    – Christopher Katsuleres (GE)

    – Fernando Simões (Atos)

    Moderação – Cynthia Malta – editora-executiva do Valor Econômico

     

    Mais informações:

    PEDRO HOLLANDA  phollanda@rio-negocios.com                         

    Telefone: (21) 3031-4004

    MARISA BASTOS  mbastos@rio-negocios.com

    Telefone: (21) 3031-4015



    Rio Negócios Newsletter

    Cadastre-se e receba mensalmente as principais novidades em seu email

    Quero receber o Newsletter