Cabral ainda não fez visita ao local da tragédia

  • Português
  • English
  • Postado em 28 de janeiro, 2012


    Dois dias depois do desmoronamento dos três prédios no centro do Rio, o governador Sérgio Cabral (PMDB) ainda não havia visitado o local.

    Nem consta de sua agenda uma visita para prestar solidariedade às famílias das vítimas.

    Assessores informaram que ele passou o dia de ontem recebendo informações de secretários e tomando decisões internas. Entre elas, foi anunciado reajuste de 39,4% para as polícias Militar e Civil, bombeiros e agentes penitenciários.

    Cabral já foi criticado outras vezes por demorar a visitar locais de tragédias. Em 2010, quando 50 morreram nos deslizamentos em Angra, ele foi ao local dois dias depois. Estava na vizinha Mangaratiba, onde passara o Réveillon -alegou que primeiro deveriam ir responsáveis por secretarias e órgãos que atuavam no resgate e obras.

    Em 2011, estava de férias em Paris quando mais de 900 morreram nas enchentes da região serrana. Demorou dois dias para chegar ao Estado -disse que antecipou o retorno.

    Folha de S. Paulo/AC



    Rio Negócios Newsletter

    Cadastre-se e receba mensalmente as principais novidades em seu email

    Quero receber o Newsletter