Arco Metropolitano comemora um ano de funcionamento com R$ 5,3 bilhões em investimentos em seu entorno

  • Português
  • English
  • Postado em 4 de agosto, 2015


    14547302045_7faf425fff_k_1

    Inaugurado há um ano, o Arco Metropolitano – rodovia que liga os portos do Açu e Itaguaí, passando pela Baixada Fluminense – já atraiu investimentos de R$ 5,3 bilhões para o estado do Rio de Janeiro. Segundo a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (SEDEIS), 25 empresas, entre elas P&G, Rolls Royce e Deca já abriram fábricas na região da autopista, gerando pelo menos 3,3 mil empregos diretos.

    A expectativa para os próximos anos é ainda mais promissora, com pelo menos 58 km2 de área ao longo do Arco já identificadas para sediar novos distritos industriais. “O Arco cria condições favoráveis para a consolidação do comércio exterior fluminense por facilitar a logística do transporte de cargas. Paralelamente, aumenta a competitividade das indústrias instaladas no estado. O Porto de Itaguaí, por exemplo, que movimenta cerca de 150 mil contêineres por ano, com a abertura do Arco, tem condições de aumentar esse volume”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado do Rio de Janeiro, Marco Antônio Capute.

    Capute destaca ainda a possibilidade de desenvolvimento das cidades do entono do Arco como outro importante ponto proporcionado pela construção da rodovia. “Isso já está acontecendo com a instalação das novas empresas no local. Além disso, ao abrir a nova estrada, o governo retira da Avenida Brasil o transporte das cargas importadas e exportadas pelo estado, melhorando as condições de tráfego das dezenas de milhares de pessoas que diariamente utilizam a via. Ou seja, é uma obra logística de extrema importância para o Rio”, disse o secretário.