Amizade com Dilma começou há 13 anos

  • Português
  • English
  • Postado em 24 de janeiro, 2012


    BRASÍLIA. A relação de confiança e a amizade entre a futura presidente da Petrobras Maria das Graças Foster e a presidente Dilma Rousseff começou a se consolidar há cerca de 13 anos. Tanto assim que ela sempre foi cogitada para cargos importantes, quando Dilma assumiu, incluindo não apenas a presidência da Petrobras, mas também o Ministério de Minas e Energia e a Casa Civil.

    Graça é uma pessoa do círculo de convivência de Dilma em momentos de folga e lazer, segundo pessoas próximas a elas. Elas se conheceram em 1999, quando Dilma era secretária de Energia no Rio Grande do Sul, no governo Olívio Dutra (PT), enquanto Graça, que é engenheira química, já era funcionária da Petrobras.

    Naquela época, elas começaram a desenvolver trabalhos conjuntos. Daí nasceu o respeito profissional, que se transformou em amizade.

    Quando era ministra de Minas e Energia, durante o primeiro governo Lula, Dilma convidou Graça Foster para ser a secretária de Petróleo e Gás do órgão. Depois, quando foi para a Casa Civil, ela indicou a amiga para dirigir a Petroquisa, subsidiária de petroquímica da estatal. Mais tarde, querendo alguém de sua confiança, indicou Graça para o comando da BR Distribuidora e, em 2007, passou a ser diretora de Gás e Energia da Petrobras. Agora, por fim, Graça assumirá a presidência da empresa.

    O Globo/AC