Pré-sal atinge produção de mais de um milhão de barris diários no mês de julho

  • Português
  • English
  • Postado em 2 de setembro, 2015


    cms-image-000431608

    A produção nos campos do pré-sal segue crescendo e batendo recordes no Brasil. Durante o mês de julho, o total produzido nessas áreas chegou à marca de mais de um milhão de barris de óleo equivalente por dia, o que representa um crescimento de 8,4% em relação ao mês de junho. Os 54 poços do pré-sal foram responsáveis pela produção de 812,1 mil barris diários de petróleo e 30,5 milhões de m³ de gás natural por dia. Impulsionada pelo novo marco, a produção total de petróleo cresceu no país, elevando-se em 2,9% na comparação com o mês de junho e 8,8% frente ao mesmo período do ano passado.

    A maior produção do país veio do campo de Roncador – na bacia de Campos – que obteve a média de 371,3 mil barris de óleo equivalente por dia em seus 17 poços interligados. Na área, a plataforma P-52 foi a mais produtiva e gerou cerca de 161,2 mil barris em seus 17 poços interligados. Por sua vez, o campo de Lula – na bacia de Santos – foi responsável pela maior produção de gás natural, alcançando uma média de 14,3 milhões de m³ por dia.

    O mês de julho trouxe bons números à indústria brasileira de óleo e gás, revelando uma produção somada de 3,066 milhões de barris de óleo equivalentes por dia. O valor equivale a 2,466 milhões de barris diários de petróleo e 95,3 milhões de m³ de gás natural. Embora tenha apresentado crescimento de 8,5% em relação ao mesmo período de 2014, a produção de gás natural caiu 0,2% na comparação com o mês anterior. O aproveitamento de gás em julho, por sua vez, foi de 95,8%.